Campinas/SP - Quinta, 30 de junho de 2022 Agência de Notícias e Editora Gigo Notícias  
 
 
  home
  gigo notícias
  profissionais
  publicações
  clientes
  projetos
  entrevistas
  baú de notícias
  clippings
  galeria de fotos
  ensaios
  extra pauta
  cadastre-se !
  contato
Digite a expressão que deseja buscar
Cadastre-se e receba, por e-mail, as últimas do ClickNotícia.


Rua Alberto Belintani, 41
Whatsapp: (19) 98783-5187
CEP: 13087-680
Campinas-SP

 

CLIPPING: TONICO´S BOTECO

Folha de São Paulo - Folha Acontece Campinas - Pág. 2 - Nei Lopes canta no Tonico´s Boteco


Leia abaixo, matéria na íntegra

O sambista carioca Nei Lopes, 60, está em Campinas e é o convidado desta semana do projeto Mestres do Samba, do Tonico’s Boteco, que leva ao palco, quinze-nalmente, um sambista consagrado. Nascido no subúrbio de Irajá, Nei Lopes formou-se bacharel em direito, mas abandonou a carreira para se dedicar à música e literatura.

Um dos emblemas de Nei Lopes, que compõe desde 1972, é sua maestria em unir a música popular brasileira ao samba.

A partir dos anos 90, Nei topes vem firmando parcerias com músicos como Guinga, Zé Renato, Fátima Guedes e Moacyr Luz. O sambista participou, neste ano, do elogiado projeto Ouro Negro, uma homenagem ao maestro Moacir Santos.

Nei escreveu cinco letras para músicas do maestro. As canções resultantes foram gravadas por Mllton Nascimento, Gilberto Gil, João Bosco, Djavan e Ed Motta.

Nei topes também gravou discos com suas próprias composições. Seu trabalho mais recente foi «Nei Lopes- De Letra & Música”, gravado há dois anos, com participação de A1cione, Chico Buarque, Emilio Santiago, Dona Ivone Lara, João Bosco, Martinho da Vila, Dudu Nobre, Dunga, Arlindo Cruz & Sombrinha, Zé Renato, Toque de Prima, Fátima Guedes e Zeca Pagodinho.

Um dos projetos que está desenvolvendo é a “Encidopédia Brasileira da Diáspora Afticana”, na qual trabalha desde 1995. A obra traz elencados centenas de verbetes sobre o universo do sam-ba e do choro.

Monarco

O sambista Monarco é o próximo convidado, nos dias 2 e 3 de outubro. Um dos compositores mais respeitados de sua geração, Monarco integra a velha-guarda da Portela.

Monarco da Portela, 66, é um dos mais novos integrantes da velha-guarda, possui mais de 50 anos de carreira e gravou apenas quatro discos. Seus poucos álbuns foram lançados também em outros países.

« voltar



   Gigo Notícias    Política de Privacidade