Campinas/SP - Terça, 5 de julho de 2022 Agência de Notícias e Editora Gigo Notícias  
 
 
  home
  gigo notícias
  profissionais
  publicações
  clientes
  projetos
  entrevistas
  baú de notícias
  clippings
  galeria de fotos
  ensaios
  extra pauta
  cadastre-se !
  contato
Digite a expressão que deseja buscar
Cadastre-se e receba, por e-mail, as últimas do ClickNotícia.


Rua Alberto Belintani, 41
Whatsapp: (19) 98783-5187
CEP: 13087-680
Campinas-SP

 

CLIPPING: COLÉGIO VISCONDE DE PORTO SEGURO

Jornal Terceira Visão - Pág. 9 - Física à base de macarrão com espírito solidário


O desafio é na base de macarrão espaguete. A unidade de Valinhos do Colégio Visconde de Porto Seguro realiza nesta sexta-feira, dia 13, e no sábado, dia 14, mais um Campeonato de Torres de Macarrão Espaguete. Mais de 800 alunos, em equipes de até quatro integrantes, inscreveram 210 estruturas em formato de torres, construídas apenas com macarrão espaguete e cola.

As equipes inscritas vão construir torres de macarrão espaguete cru, com altura de 100 centímetros, a partir da base, que deverão estar apoiadas em apenas quatro pés, distantes 40 centímetros um do outro (de centro a centro). Cada pé poderá ter no máximo, uma superfície de 4 centímetros em contato com o piso e altura mínima de 5 centímetros. O topo da torre deverá ter uma área de 20X20 centímetros, adequada para receber inicialmente uma carga extra de uma embalagem de 1 kg de feijão. A massa da torre não poderá ser superior a 1 quilo.

A estrutura será colocada sobre o piso do ginásio de esportes do Colégio pela própria equipe, assim como as cargas extras. A cada dois minutos a equipe acrescentará cargas de um quilo de feijão no topo da torre. O macarrão e a cola serão determinados pela comissão organizadora. Obedecendo os critérios da competição, o projeto e o design das torres são livres.

A torre vencedora será a que resistir a maior sobrecarga durante dois minutos sem tombar, sem tocar a base no piso, sem partir (quebrar) por inteiro e sem derrubar os sacos de feijão. Em caso de empate será considerada vencedora a torre de menor massa. As torres começam a ser construídas nesta sexta-feira e serão colocadas à prova no sábado. Como prêmio, cada membro da equipe vencedora receberá dois pontos na média da disciplina de Física do segundo trimestre. As classificadas de 2º a 5º lugares darão a cada membro da equipe, 1.5 pontos na média. Todas as torres que obedecerem as condições de participação e resistirem à sobrecarga de 1 quilo por dois minutos darão, a cada membro da equipe, 1 ponto na média.

Mais de 10 toneladas de alimento

Além de incentivar os alunos a resolverem um problema extra de maneira prática e criativa em situação real, o campeonato tem também o lado solidário. O macarrão da marca Renata, usado na construção das torres foi fornecido pelo Pastifício Selmi, que também doou cerca de 500 quilos. Já o feijão usado como sobrecarga foi doado pela indústria Broto Legal Alimentos.

Além disso, a inscrição de cada equipe, no momento da apresentação da torre, só se efetivará diante a doação de 12 quilos de alimento não perecível por aluno, com data de vencimento superior a setembro de 2003. Segundo o coordenador de a área de Física do Colégio em Valinhos, professor Dioney Andreatta, a expectativa é ultrapassar as oito toneladas de alimentos arrecadados no ano passado. Os alimentos arrecadados serão distribuídos a entidades de Valinhos e região.

« voltar



   Gigo Notícias    Política de Privacidade