Campinas/SP - Sexta, 1 de julho de 2022 Agência de Notícias e Editora Gigo Notícias  
 
 
  home
  gigo notícias
  profissionais
  publicações
  clientes
  projetos
  entrevistas
  baú de notícias
  clippings
  galeria de fotos
  ensaios
  extra pauta
  cadastre-se !
  contato
Digite a expressão que deseja buscar
Cadastre-se e receba, por e-mail, as últimas do ClickNotícia.


Rua Alberto Belintani, 41
Whatsapp: (19) 98783-5187
CEP: 13087-680
Campinas-SP

 

CLIPPING: ESAMC

Correio Popular - Classificados - Pág. 01 - RHs analisam o perfil profissional


A modernidade levou as empresas a adotarem a informática como ferramenta mínima para a sua sobrevivência no mercado. De acordo coma análise da professora Iara Aidar professora que ministra aulas de Recursos Humanos e Comportamento Organizacional na ESAMC (Escola Superior de Administração, Marketing e Comunicação) Campinas, em função da velocidade do trânsito das informações, o profissional da era digital precisa mostrar habilidade de autogerenciamento, atualização constante do conhecimento, e saber trabalhar em equi-pe, respeitando as diferenças individuais, culturais e de linguagem. O equilíbrio emocional é imprescindível, dado o nível de stress e responsabilidade inerente, além do comprometimento com os resultados do trabalho. “A manutenção do foco no cliente somado à criatividade é um dos requisitos da manutenção desse profissional no mercado de trabalho”, analisa a professora.

De acordo com Iara, o mercado da informática vem crescendo dentro de institutos de estudos e pesquisa. Entre as áreas promissoras está, por exemplo, a tecnologia de informação espacial geográfica que desenvolve estudos sobre planejamento urbano, medicina, biodiversidade e saúde. Uma outra área promissora é a da segurança digital que atende todos os segmentos do setor privado e público que utiliza a tecnologia da informática como instrumento de comunicação, negócios, comercio eletrônico, atendimento ao cliente e suporte.

Para Adilson Mirante, diretor da Korum Consultoria Empresarial, o perfil do profissional na era digital é um assunto abrangente, entretanto, ele aponta que para atuar na área administrativa é necessário que o profissional possua experiência em sistemas integrados de gestão informatizada e sistemas em rede corporativa de forma geral, como o SAP, Magnus e Microsiga.

Na área de engenharia, o consultor de RH aponta que o profissional deve possuir experiência em sistemas informatizados de integração entre engenharia de projetos, processos e manufatura (PLM), sistemas informatizados em projetos (MS Project) e sistemas gráficos integrados.

Para Mirante, as áreas de maior crescimento nesse segmento serão possivelmente as áreas voltadas à segurança de sistemas, softwares de gestão de redes e gestão de logística e atendimento (CRM).

De acordo com Sérgio Luiz Rodrigues, diretor da Manager Assessoria em Recursos Humanos, escritório em Campinas, a mudança e o desenvolvimento resultam em novas perspectivas e novas possibilidades no mercado.

O perfil de um profissional de sucesso, no futuro e, principalmente, agora no presente depende da fatores como flexibilidade e atenção a tudo que o cerca. Deve estar preparado, não só com diplomas universitários, mas principalmente ser detentor de conhecimento e informações que o capacite a promover as mudanças e as correções de rumo no seu meio e na realidade que o cerca.

Hoje, alguns setores produzem um produto novo a cada três meses, o que obriga as empresas a investirem fortemente em tecnologia e novos produtos. De acordo com o consultor, as grandes empresas começam a demitir os especialistas e contratar os “polivalentes” que são trabalhadores com várias especializações, que não param de estudar, são muito atualizados e criativos. “Em média, um polivalente substitui quase sete trabalhadores especializados, o que gera muitas demissões”, explica. “O profissional do século XXI é co-responsável , criativo, polivalente, dinâmico e sabe trabalhar em equipe e possui noções de mercado”, completa.

Um dos maiores especialistas nos estudos de mercado de trabalho contemporâneo, o sociólogo Richard Sennett, afirma em seu último estudo que flexibilidade e risco são as duas palavras que indicam o atual estágio do trabalho. Portanto, ninguém, hoje tem segurança que permanecerá em seu trabalho até o final do ano, o que requer atualização constante.

Para Bernardo Azevedo, coordenador do Business Institute/FGV o profissional que possui uma pós-graduação não apresenta nenhum diferencial, já que são formados dezenas de milhares de profissionais com este perfil por ano. Ele aconselha que seja seguido um mestrado executivo internacional em business com períodos significativos no exterior e conteúdo em inglês. Isso representa uma formação de elite já que só apenas algumas centenas de profissionais que se graduam com este perfil no país inteiro. “Com a digitalização e a globalização, esta formação internacional se torna cada vez mais importante”, frisa o coordenador.

De acordo com Azevedo, as empresas procuram profissionais capazes de lidarem com prazos e metas. A realidade é que não existem profissionais com as características desejadas em número suficiente no mercado. Por isto o profissional que se destaca possui poder de barga-nha no momento de negociar a sua remuneração.

« voltar



   Gigo Notícias    Política de Privacidade