Campinas/SP - Quarta, 6 de julho de 2022 Agência de Notícias e Editora Gigo Notícias  
 
 
  home
  gigo notícias
  profissionais
  publicações
  clientes
  projetos
  entrevistas
  baú de notícias
  clippings
  galeria de fotos
  ensaios
  extra pauta
  cadastre-se !
  contato
Digite a expressão que deseja buscar
Cadastre-se e receba, por e-mail, as últimas do ClickNotícia.


Rua Alberto Belintani, 41
Whatsapp: (19) 98783-5187
CEP: 13087-680
Campinas-SP

 

CLIPPING: COIM BRASIL

Maxpress - On line - COIM recebe licença para Unidade de Reciclagem


A Coim Brasil já iniciou os testes para operação da usina de reciclagem de solas PU na unidade de Novo Hamburgo/RS, tendo as primeiras amostras sido encaminhadas a vários clientes para avaliaçao e comentários. A empresa já superou a última etapa do processo de aprovação da FEPAM (Fundação Estadual de Proteção Ambiental do Rio Grande do Sul), que concedeu a licença de operação. Em julho, a entidade realizou a última vistoria e atestou que a unidade fabril atende a todos os requisitos exigidos pela legislação ambiental, podendo iniciar suas operações sem qualquer problema.

O gerente Comercial e de Marketing da Coim, Cláudio Neves Demar, explica que a usina de reciclagem está em fase de produção experimental e teste de materiais, para definição das características finais do sistema que será utilizado pelas indústrias de calçados. Ele acredita que em poucas semanas será iniciada a produção comercial.

A Coim Brasil desenvolveu um sistema de poliuretano com base em material recuperado, que é inédito no país e será produzido na usina de reciclagem construída em Novo Hamburgo, onde a empresa já possui uma filial. A unidade de reciclagem processará inicialmente 40 a 50 toneladas por mês de material descartado pelos fabricantes de solados, crescendo gradativamente até atingir a capacidade nominal do equipamento, em torno de 80 a 90 ton/mês. Esse volume será transformado em Sistema de Poliuretano para ser utilizado na produção de novos solados, sem redução da qualidade. De acordo com a solicitação e necessidade de mercado, já existem planos para expansão da atual capacidade instalada.

« voltar



   Gigo Notícias    Política de Privacidade