Campinas/SP - Segunda, 4 de julho de 2022 Agência de Notícias e Editora Gigo Notícias  
 
 
  home
  gigo notícias
  profissionais
  publicações
  clientes
  projetos
  entrevistas
  baú de notícias
  clippings
  galeria de fotos
  ensaios
  extra pauta
  cadastre-se !
  contato
Digite a expressão que deseja buscar
Cadastre-se e receba, por e-mail, as últimas do ClickNotícia.


Rua Alberto Belintani, 41
Whatsapp: (19) 98783-5187
CEP: 13087-680
Campinas-SP

 

EXTRA D. PEDRO É LACRADO  


O Jornal ALTO TAQUARAL é uma publicação independente, que hoje circula apenas na versão ON LINE mas já circulou mensalmente na região do Alto Taquaral em Campinas (SP). Com tiragem de 15 mil exemplares, sendo entregue de porta em porta para os moradores de 154 condomínios de casas e apartamentos e outros 51 locais de distribuição. Era impresso no formato berliner, em papel couchet com oito paginas coloridas e é impresso em sistema off-set. Seu conteúdo é produzido com reportagens locais e focadas em temas de interesse das populações destes bairros. Os fatos que ocorrem no período entre as edições impressas são noticiadas no www.jornalaltotaquaral.com.br

Editores: jornalistas Gilberto Gonçalves e Cibele Vieira

Sede: Rua Alberto Belintani, 41 - Jardim Colonial - Campinas (SP) Tel: (19) 98783-5187 Email: editor@jornalaltotaquaral.com.br


»
Baú de Notícias
» Galeria de Fotos

   


O agente fiscal Jurandyr Degressi Jr. lacra o Extra D. Pedro/Campinas


O Hipermercado Extra Dom Pedro e as 13 lojas que funcionam no seu interior foram lacrados por volta das 7 h desta terça, 6 de agosto, em cumprimento a sentença do Tribunal de Justiça de São Paulo. Notificado na última quarta-feira, dia 30/7, do despacho do juiz Mauro Fukumoto determinando a lacração, os responsáveis pela loja não fizeram nenhum comunicado oficial aos funcionários, que chegaram para trabalhar hoje por volta das 6h30 da manhã. Ao se depararem com os fiscais da prefeitura lacrando as portas do hipermercado, alguns funcionários ligaram para a redação do Jornal Alto Taquaral, que tem acompanhado o caso de perto. A lacração foi feita pelo fiscal da Prefeitura Jurandyr Degrecci Jr., que não deu declarações.

Sem saber o que fazer, os funcionários, repositores e lojistas se concentraram na porta da loja e aguardavam orientações. O comentário era que seriam levados para a unidade Extra da Rua Abolição. O supervisor Rogério consolava uma funcionária grávida que chorava no estacionamento da loja, dizendo “fique tranquila que está tudo acertado, vai ser reaberto logo”. Um funcionário que se identificou como “Roberto, gerente da loja”, pediu a saída dos jornalistas que estavam no local, alegando que “propriedade particular”. Uma viatura da Guarda Municipal deu apoio ao trabalho dos fiscais da Prefeitura e muitos clientes se surpreenderam com os portões fechados ao chegar para as compras.

O Hipermercado Extra Dom Pedro está localizado no entroncamento das rodovias Dom Pedro I e SP 340 (Campinas-Mogi Mirim) e iniciou suas atividades em 26 de setembro de 2012. O empreendimento estava embargado desde maio de 2011, após o Ministério Público apontar irregularidades nas questões viárias e referentes ao parcelamento do solo. A liberação foi feita após o Grupo Pão de Açúcar ter assinado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que, segundo a sentença do TJ, não foi cumprido. Entretanto, nem Prefeitura nem Ministério Público revelaram quais foram as irregularidades encontradas agora. A obra foi embargada durante o escândalo de corrupção e pagamento de propinas na Prefeitura de Campinas, em meados de 2011, e que culminaram com o impeachment do ex-prefeito Hélio de Oliveira Santos.

O Grupo Pão de Açúcar mantém, desde a quarta-feira quando recebeu a primeira notificação, uma única informação à imprensa: “a rede informa que está em contato com os responsáveis para apurar mais detalhes e adotar as medidas cabíveis, se necessárias”.
 


Outras fotos :


Estacionamento ficou vazio.


Só funcionários tiveram acesso à unidade

 
 
   
   
« voltar  


   Gigo Notícias    Política de Privacidade