Campinas/SP - Segunda, 4 de julho de 2022 Agência de Notícias e Editora Gigo Notícias  
 
 
  home
  gigo notícias
  profissionais
  publicações
  clientes
  projetos
  entrevistas
  baú de notícias
  clippings
  galeria de fotos
  ensaios
  extra pauta
  cadastre-se !
  contato
Digite a expressão que deseja buscar
Cadastre-se e receba, por e-mail, as últimas do ClickNotícia.


Rua Alberto Belintani, 41
Whatsapp: (19) 98783-5187
CEP: 13087-680
Campinas-SP

 

OUTRO PASSO PARA REVITALIZAR CENTRO DE CAMPINAS  


A Associação Amigos do Centro de Campinas surgiu de um movimento desencadeado por comerciantes em busca de melhorias na Praça Antonio Pompeu e Bento Quirino onde está o marco zero da cidade. Tem características de ONG como outras já criadas no Brasil com a mesma finalidade de reativar a área central. Uma diretoria temporária foi indicada e assumiu por um período de 6 meses – até março de 2003 – tendo como presidente Paulo Henrique de Oliveira, proprietário do Tonico´s Boteco. A Comunicativa ACJ presta serviço de assessoria de imprensa como parceira e ficou responsável pela edição da revista Zero com circulação restrita ao centro da cidade e conteúdo voltado exclusivamente para fomentar as iniciativas da associação e a conseqüente reativação do centro.


»
Baú de Notícias
» Clipping

   


Inácio H. Honda (PMC), Paulo Henrique, Reinaldo Cicone (PMC)


O almoço foi, na verdade, o primeiro passo para conjugar os esforços das duas instituições voltadas para o centro da cidade de Campinas/sp. Os representantes do poder público entregaram a Paulo Henrique de Oliveira, presidente da AACC, o Projeto Centro, desenvolvido pela Prefeitura Municipal, onde consta a Apresentação da proposta e do Plano Piloto.
No documento está detalhado o Plano Piloto da Zeladoria do Centro que deverá ser colocado em prática entre outubro e dezembro na área composta pelo quadrilátero definido pelas rua Barreto Leme – General Ozório, avenida Anchieta e rua Barão de Jaguará. Nesta área estão três praças de grande circulação, inclusive a Praça Antonio Pompeu, marco zero da cidade e alvo principal da Associação Amigos do Centro de Campinas. Nela há, também grande circulação de veículos particulares, pontos de táxi, diversos itinerários e pontos de ônibus, residências, atividades comerciais diurnas e noturnas diversas e em grande número.
O projeto está entrando na fase de elaboração do plano piloto que prevê ações diretas sobre os passeios públicos, iluminação, limpeza das ruas postes e fachadas, adoção e manutenção de praças, além do levantamento de informações para um banco de dados.
Após a implantação e avaliação da primeira fase, a Zeladoria do Centro deverá ser efetivamente em 2003.
No encontro também foi ressaltada a importância da revista Zero. A publicação a ser editada pela Comunicativa ACJ, de Campinas/sp, a partir do mês de outubro com tiragem prevista de 20 mil exemplares visando difundir e resgatar o valor histórico, cultural e econômico do centro. Os representantes do poder público elogiaram a iniciativa e demonstraram interesse em colaborar na busca pelo sucesso da publicação.

 


Outras fotos :


Ana Moraes(PMC), Inacio, Paulo Henrique, Reinaldo e Sônia Fardim (PMC)

 
 
   
   
« voltar  


   Gigo Notícias    Política de Privacidade