Campinas/SP - Segunda, 16 de julho de 2018 Agência de Notícias e Editora Comunicativa Ltda.  
 
 
  home
  comunicativa
  profissionais
  publicações
  clientes
  projetos
  entrevistas
  baú de notícias
  clippings
  galeria de fotos
  ensaios
  extra pauta
  cadastre-se !
  contato
Digite a expressão que deseja buscar
Cadastre-se e receba, por e-mail, as últimas do ClickNotícia.


Rua Alberto Belintani, 41
Telefone: (19) 3256-4863
Fax: (19) 3256-9059
CEP: 13087-680
Campinas-SP

 

SERESTA COM EVALDO GOUVEIA, NO TONICO’S  


Reduto da boa música brasileira em Campinas, o Tonico´s Boteco tornou-se uma referência cultural no centro da cidade por receber artistas e intelectuais para apresentações, lançamentos e outras reuniões descontraídas. O nome é uma homenagem ao maestro e compositor Antonio Carlos Gomes, cujo apelido era Tonico. O casarão centenário onde está instalado o boteco foi preservado com toda estrutura arquitetônica original, e está localizado em frente a praça Antônio Pompeu, marco zero de Campinas, cercado de referências históricas e culturais. É um ponto de encontro diferenciado na noite campineira: um espaço boêmio onde a informalidade, a sofisticação e o ambiente agradável convivem em harmonia. Na decoração, painéis fotográficos da cidade antiga e posters de obras do maestro. No cardápio, pratos variados que vão desde os acepipes, petiscos e sanduíches especiais até pratos a La Carte. Na parte de bebidas, diferenciais como pingas aromáticas, o stanheguer W Double (exclusividade na cidade) e aperitivos exclusivos, além do chopp e cerveja sempre muito gelados. A casa é do empresário Paulo Henrique de Oliveira, não cobra consumação mínima, aceita todos os cartões de créditos e mantém convênio com os estacionamentos do Carmo e Simopark. Rua Barão de Jaguará - 1373, no Centro, em Campinas / SP. Reservas de mesa e informações pelo fone: (19) 3236 1664.


»
Baú de Notícias
» Galeria de Fotos

» Clipping

   


Campinas, 22 de julho de 2014 - Evaldo Gouveia de Oliveira, nasceu em Iguatu (CE) em 8 de agosto de 1928, e aos seis anos já cantava num sistema de alto-falantes na praça de sua cidade. Aos onze, mudou-se para Fortaleza para estudar. Nessa época, trabalhava como feirante e não dispensava o violão nas horas de folga. De lá até hoje, colecionou centenas de composições ouvidas na voz de diferentes intérpretes brasileiros. Seu show poderá ser visto em Campinas, no dia 26 de julho, a partir das 21 h, no Tonico’s Boteco. Couvert: R$ 25.
Com um estilo “samba-canção abolerado”, as composições de Evaldo Gouveia fizeram sucesso em várias décadas. “Alguém me disse”, “Bloco da solidão”, “Brigas”, “Que queres tu de mim”, “O trovador”, “Sentimental demais”, “Somos iguais”, “Tango para Teresa”… São inúmeros os clássicos de Evaldo que, aos 86 anos, segue ampliando sua obra, que já conta com mais de mil canções.
O Tonico’s Boteco fica na Rua Barão de Jaguara, 1373, no centro de Campinas / SP. Informações e reservas: 3236 1664. www.tonicos.com.br


História
Quando se mudou para Fortaleza, no final dos anos 30, Evaldo Gouveia trabalhava como feirante e não dispensava o violão nas horas de folga. Aos dezenove anos, passou a tocar violão num conjunto e acabou conseguindo um contrato numa rádio local. Mas foi em Em 1950 que formou o Trio Nagô, com Mário Alves (seu alfaiate) e Epaminondas de Souza (colega de boêmia). Após representar o estado do Ceará no programa Cesar de Alencar, na Rádio Nacional, o grupo foi contratado pela Rádio Jornal do Brasil e posteriormente pelas boates Vogue (RJ) e Oásis (SP). Dois anos depois, iniciaram um programa semanal na Rádio Record (SP) que duraria pelos cinco anos seguintes.
Em 57, Evaldo compôs sua primeira música, "Deixe que Ela Se Vá" (com Gilberto Ferraz), obtendo sucesso na voz de Nelson Gonçalves. No mesmo ano, fez "Eu e Deus", com Pedro Caetano, gravada por Nora Ney, entre outras. A partir de julho de 1958, quando conheceu o também compositor Jair Amorim na UBC, sua carreira deslanchou definitivamente.
Logo no primeiro dia de contato, compuseram "Conversa", gravada inicialmente por Alaíde Costa, em 1959. Essa seria a primeira de uma série de 150 músicas compostas pela dupla nos dez anos que se seguiram, normalmente sambas-canções abolerados, cujo primeiro grande sucesso de vendas foi "Alguém Me Disse", lançada por Anísio Silva em 60. Em 1962, o Trio Nagô se desfez com a saída de Mário Alves, mas Evaldo prosseguiu compondo diversas pérolas com Jair, tais como "Poema do Olhar" (gravado por Miltinho) e o bolero "E a Vida Continua", sucesso nas vozes de Morgana e Agnaldo Rayol.
No ano seguinte, 63, Altemar Dutra foi içado ao sucesso justamente com um bolero da dupla, "Tudo de Mim". A partir daí, passou a ser seu intérprete mais constante, colecionando sucessos como os sambas-canções/boleros "Que Queres Tu de Mim", "Somos Iguais", "Sentimental Demais", "Brigas", "Serenata da Chuva" e as marchas-rancho "O Trovador" e "Bloco da Solidão". Moacyr Franco também vendeu muitos discos com o bolero "Ninguém Chora por Mim", em 62, assim como Cauby Peixoto no ano seguinte com "Ave Maria dos Namorados", lançada por Anísio Silva pouco antes.
Outros que fizeram sucesso com músicas da dupla foram Wilson Simonal, "Garota Moderna", 1965, Agnaldo Timóteo, "Quem Será", 1967, Jair Rodrigues, "O Conde", 1969, a escola de samba Portela, "O Mundo Melhor de Pixinguinha", 1973, Maysa, "Bloco da Solidão", 1974, Ângela Maria, "Tango para Teresa" 1975, Jamelão, "Certas Mulheres" 1977, Dalva de Oliveira "E a Vida Continua", além de Elymar Santos, Chitãozinho e Xororó, Gal Costa, Maria Bethânia, Zizi Possi, Emílio Santiago, Julio Iglesias, Cris Braun, Ana Carolina, Simone, Fafá de Belém, dentre muitas regravações.
Site oficial do compositor: www.evaldogouveia.com.br


Serviço
Evaldo Gouveia – show com Jair Sanches e músicos locais
Local: Tonico’s Boteco
Data: 26/07/2014 – Horário: 21h30
Couvert: R$ 25,00
Endereço: Rua Barão de Jaguara, 1373, Campinas(SP)
Informações e reservas: Tel.: 3236 1664 – www.tonicos.com.br

 

 
 
   
   
« voltar  


   Clicknotícia® by Comunicativa    Política de Privacidade Desenvolvimento: Webcompany®