Campinas/SP - Segunda, 4 de julho de 2022 Agência de Notícias e Editora Gigo Notícias  
 
 
  home
  gigo notícias
  profissionais
  publicações
  clientes
  projetos
  entrevistas
  baú de notícias
  clippings
  galeria de fotos
  ensaios
  extra pauta
  cadastre-se !
  contato
Digite a expressão que deseja buscar
Cadastre-se e receba, por e-mail, as últimas do ClickNotícia.


Rua Alberto Belintani, 41
Whatsapp: (19) 98783-5187
CEP: 13087-680
Campinas-SP

 

ORQUESTRA JOVEM APRESENTA BEETHOVEN DIDÁTICO  


A Orquestra Jovem de Campinas foi criada em abril de 2002 com o objetivo de incentivar a formação de um público para a música clássica e proporcionar mais oportunidades aos jovens da região que desejam ingressar neste segmento. A Sinfônica Jovem, que já se apresentou em importantes espaços culturais da região, reúne os 50 melhores músicos, entre 15 e 27 anos, da Unicamp e do Interior do Estado de São Paulo. Todos esses músicos recebem uma bolsa, obtida através dos apoios da Unicamp e Petrobrás. Desde 2002, a Sinfônica se apresenta sob a regência da maestrina Simone Menezes e está vinculada ao Núcleo de Integração Cultural da Unicamp (Nidic). Os ensaios ocorrem às terças e quintas das 17:30 às 19:30 no Espaço Cultural Casa do Lago (Rua Érico Veríssimo, sem número; Cidade Universitária Zeferino Vaz, Distrito de Barão Geraldo). O telefone para contato é o (19) 3788-1702.


»
Baú de Notícias
» Clipping

   


Quem já ouviu falar em Ludwig Van Beethoven talvez não saiba que, antes de se tornar um grande compositor de música clássica, esse jovem teve que passar por muitos problemas, como trabalhar para sustentar a família, envolvimento com ideais revolucionários e aprender a lidar com a surdez. Mas nada disso tirou dele o talento, o brilhantismo e uma grande determinação.
E é justamente a obra de Beethoven que a Orquestra Sinfônica Jovem de Campinas apresentará esta semana, em dois concertos didáticos. O primeiro será um ensaio aberto, dia 27, a partir das 19h, na Casa do Lago, na Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), e outro, dia 28, no Centro de Convivência Cultural, às 20h30, com ingressos a R$ 5,00.

No repertório, uma seleção de composições que marcaram importantes períodos de criação musical do compositor alemão. Serão apresentadas o balé “As Criaturas de Prometeu” (obra escrita por Beethoven no início de sua produção artística), “Romanza” em Fá Maior (um dos cinco concertos escritos pelo compositor, este para violino, que terá como solista convidado Samuel Lima), e a sinfonia número 8 (composta em 1813, já no final de sua vida).

Convidado especial

Todas as peças apresentadas pelos 55 músicos que integram a Orquestra Sinfônica Jovem de Campinas serão regidas pelo maestro convidado, o carioca Leandro Oliveira, considerado um dos mais talentosos e atuantes artistas da sua geração. Mantendo sua proposta pedagógica, a Orquestra Jovem apresentará ao público as peças comentadas de forma didática, para tornar o conhecimento da música erudita mais acessível possível.

Leandro Oliveira iniciou ainda jovem os estudos musicais e aos 14 anos ingressou na Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Com o término de seu bacharelado em 1998, iniciou aperfeiçoamento com o pianista israelense Mordehay Simoni e, simultaneamente, os estudos formais em composição, direção de coro e orquestra.
A proposta da Orquestra de convidar uma maestro de fora da cidade para reger a apresentação é promover o intercâmbio de informações para ampliar o trabalho de formação de uma nova geração de público para a música erudita.
Para as duas apresentações foram convidadas crianças e alunos do conservatório Carlos Gomes. A Orquestra Sinfônica Jovem já realizou mais de 25 concertos somente este ano em várias cidades do interior e também na capital. A Orquestra é formada por 55 músicos com idades entre 14 e 25 anos, e está preparando o lançamento de seu primeiro CD, com obras do compositor alemão radicado no Brasil Ernet Mahle e ilustrações do cartunista Ziraldo.

Crítica
O trabalho desenvolvido pela Orquestra Sinfônica Jovem de Campinas vem arrancando elogios de vários músicos consagrados. Na opinião do compositor e coordenador do Núcleo Interdisciplinar de Comunicação Sonora (NICS) da Unicamp, Jonatas Manzolli, os fatores humanos e musicais na orquestra impressionam pela capacidade educacional.
“Ficou claro que todos os fatores humanos e musicais que a Orquestra Jovem consegue unir em um ensaio, um concerto ou uma apresentação são um encontro dos sentidos - percepção polifônica da vida preservada em cada um dos jovens músicos. No universo multifacetado em que vivemos, as faces da música executada em conjunto têm importância educacional fundamental”, disse Manzolli.

Fontes:
Simone Menezes, Maestrina da Orquestra Jovem de Campinas
Fone: (19) 3788 1702


Apoio a imprensa:
Comunicativa - Assessoria e Consultoria Jornalística
Fone: (19) 3256 4863 - www.clicknoticia.com.br
Contatos: Jornalista Rodrigo Rossi (19) 9219-6544 (19) 3254-1217


 

 
 
   
   
« voltar  


   Gigo Notícias    Política de Privacidade